VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

RADIALISTA QUE DENUNCIAVA O TRÁFICO E A PISTOLAGEM É COVARDEMENTE EXECUTADO A BALA EM MORADA NOVA

Mais um radialista foi brutalmente assassinado no Estado do Ceará. Desta vez o triste caso aconteceu na bairro Açude Velho, município de Morada Nova, na região do Vale do Jaguaribe, lugar conhecido pelo histórico em pistolagens.
De acordo com informações colhidas pelo Camocim Polícia 24h, era por volta das 14h50 desta sexta-feira, 11, quando o radialista Francisco José Rodrigues, 42 anos, carinhosamente conhecido como “Franzé Rodrigues”, chegava à residência de sua mãe quando foi abordado por uma dupla trafegando em uma moto e sem lhe dá chance de defesa foi logo atirando contra o comunicador, sendo que um dos tiros teria atingido o rosto do radialista que morreu ali mesmo no local.

Atentado em 2011

No ano de 2011, Franzé Rodrigues já havia sido vítima de uma tentativa de homicídio também no município de Morada Nova. Na ocasião, o radialista estava colocando uma motocicleta dentro de casa quando vários disparos partiram de um matagal. Franzé Rodrigues foi socorrido para o Hospital Municipal e depois transferido para o Instituto Doutor José Frota, em Fortaleza.

Motivação

Franzé Rodrigues foi candidato a vereador nas eleições de 2016, mas não chegou a ser eleito. O comunicador tinha o perfil arrojado em suas reportagens de cunho policial costumava denunciar o tráfico de drogas e os crimes de pistolagem na região, por isso mesmo a polícia acredita que o crime esteja relacionado à sua atividade profissional. Vale ressaltar que o radialista se afastou recentemente da emissora e atualmente estava trabalhando em um provedor de internet. Várias equipes policiais de toda região realizam diligências na tentativa de capturar os acusados.

Triste histórico

O Estado do Ceará tem um triste histórico em atentados contra profissionais da imprensa. Todos os anos são registrados casos em que vários desses profissionais sofrem tentativas de homicídios e muitas vezes são executados friamente a mando do tráfico ou de pessoas com ligação com a política. Um dos casos ocorridos que mais repercutiu no Estado do Ceará e no Brasil foi a execução do radialista Gleydson Carvalho, crime ocorrido em Camocim nos estúdios da Rádio Liberdade  em agosto de 2015.

Camocim Polícia 24h

2 comentários:

Anônimo disse...



Todo crime de pistolagem é um crime repugnante e verdadeiramente covarde, PORÉM, e, portanto, nesta mesma linha é o caso do radialista Glaydson Carvalho, de fato e flagrantemente, também, crime de viés político que se iguala em igual repugnância a assassinatos por tráfico de drogas. Registre-se assim.

Anônimo disse...

excelente o comentario acima. disse tudo.
infelizmente estamos vivendo um mundo onde quem tem vergonha na cara, quem trabalha honestamente nao vale mais nada. infelizmente quem nao é conivente com a servergonhice so termina levando bala. é triste e lamentavel.